sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Falando sobre: Love so Life

Música da vez: Suga Shikao ~ Konbini


O motivo que eu escolhi Kombini para ser a música da vez é porque há uns dois anos e meio atrás, eu coloquei ela para tocar enquanto botava minha sobrinha para dormir. Ela não conseguia, mas assim que ela começou a escutar, capotou. Então como o tema de hoje é um mangá shoujo suuuuuuuuuuuuuuuuper fofo envolvendo crianças, decidi colocar ela. Lembrando que as músicas que eu coloco aqui estão disponíveis para download. Basta pedirem nos comentários.

Agora, vamos falar de Love so Life, um shoujo de Kouichi Kaede. Atualmente é um manga publicado na revista Hana to Yume, especializada em mangás shoujo.



Shiharu, 16 anos, uma colegial órfã desde os 5 anos de idade, que vive em um orfanato, onde cresceu cuidando das crianças menores, por isso sonha ter sua própria creche. Mas, enquanto isso, ela trabalha meio período em uma creche, onde conhece Aoi e Akane, um casal de gêmeos com dois anos de idade, órfãos de mãe e pai desaparecido. Eles vivem com o jovem tio Matsunaga Sei, um reporter famoso por sua beleza, que ao perceber que Shiharu tem energia suficiente para lidar com as crianças, contrata-a como babá. Em pouco tempo, ela conquista a todos, inclusive Matsunaga.

No Japão, o mangá se encontra no 14º Volume, em um período crítico principalmente para a Shiharu, visto que seu aniversário de 18 anos se aproxima cada vez mais e isso significa que ela não pode permanecer no orfanato. Com muita comédia, drama e reviravoltas repletas de ataques de fofuras, eis um mangá que vale muito a pena acompanhar.



Uma das coisas que me mata mesmo são as roupinhas de bichinhos que os gêmeos vestem. Waaah, não dá. Eu sempre to lendo e relendo, pq é um dos meus mangás preferidos. Estou acompanhando as raws até o capítulo 93, então já sei de muita coisa que está acontecendo entre eles. Quem quiser spoilers, eu posto nos coments.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Falando Sobre: Akira Sudou

Música da vez ~ Akira Sudou ~ Idea (Bubblegum Crisis Tokyo 2040 Insert Song)

E eu volto novamente para falar sobre Akira Sudou. Quem? Vocês devem se perguntar. Hmm... o nome As Sekiria acende alguma luz no seu cérebro? Não? Então... Priss Asagiri. Espera! Priss Asagiri de Bubblegum Crisis Tokyo 2040? Yeah! Ela mesma.



As Sekiria é a banda formada justamente para o anime, (é o nome da banda da Priss) e Akira Sudou é a vocalista. As músicas de abertura e de encerramento do anime também são dela.

Vocês não vão encontrar muita coisa sobre ela. O que eu sei é: Além do álbum As Sekiria, ela lançou um chamado 'Myself' e outro chamado 'No Obligation', com canções originais (e muito boas). Inclusive, a última música deste se chama 'The Face of Love', em que ela faz em dueto com... Eric Martin (Falei dele no post da Miho, lembram? Não? Então tá. Ele é o vocalista do Mr. Big e cantor da música Shine de Hellsing e Colorado Bulldog de Kamisama no Memochou. E eu fui num show dele *o*)

Inclusive, o álbum Myself foi escrito e produzido pelo Eric, considerado por muitos críticos um álbum de qualidade e bem produzido, com músicas cativantes e um vocal incrível. É considerado um dos discos mais raros de se encontrar hoje em dia.

Falando sobre: [Switch]

Música da vez ~ The Seatbelts ~ Ask DNA (Música da OST de Cowboy Bebop - Knocking on Heaven's Door)
Olá pessoal, vim trazer mais um mangá para vocês. Este se chama Switch.


Criada por Naked Ape, formado pela artista Nakamura Tomomi e pela autora Saki Oto, e publicada inicialmente na revista GFantasy da Square-Enix.
Com uma história que te faz levar ao mundo das drogas no Japão, temos o Departamento de Controle de Narcóticos, uma unidade especial da polícia especializada em combater o tráfico, onde temos o novato Eto Kai, que acaba de ingressar ao grupo. Kai parece ser um garoto qualquer, que está sempre usando uma luva na sua mão esquerda por algum motivo. Kai não tem memórias de antes dos seus 6 anos de idade. Ele também muda de personalidade quando encontra uma situação muito complicada, virando um exímio lutador de artes marciais, adquirindo um carater violento, diferentemente do seu pacífico 'eu' norma. Ele se torna parceiro de Kurabayashi Hal, um competente detetive que inicialmente considera-o como um inútil. Juntos, ele e sua equipe vão investigar casos e mais casos envolvendo um grupo mafioso muito poderoso, uma misteriosa droga chamada Switch, e sua ligação com o passado de...
Bem, eu vou parar aqui com a review. Se não posso acabar revelando segredos demais sobre o mangá e acabar por estragar tudo. Naked Ape está lançando atualmente no Japão a sequência, chamada Switch - Dragon Fruit Hen, que se passa depois do conturbado fim da série original.
Switch possui dois OVA's originais, mostrando um pouco do universo de Switch. Neles temos Takahiro Sakurai como Kurabayashi Hal, Jun Fukuyama como Eto Kai e Junichi Sawabe como o chefe da divisão, Hiki Masakata, entre outros.
Esse é um tipo de mangá que gosta de mexer com o psicológico, não só dos seus personagens, como de seus leitores. Por isso, apesar de ser um mangá categorizado como shounen, eu o recomendo apenas para maiores de 16 anos.

Falando sobre: Iris Zero

Música da vez ~ GRANRODEO - The Other Self (Terceira abertura de Kuroko no Basket)
Waaaah, estou tão ocupada esses dias. @_@
Mas feliz por ter finalmente conseguido minha camiseta do Nyanko-Sensei! Ter contatos é tão bom *o*
E fechar mais um volume de um dos meus shoujos preferidos, hm? Não tem preço meeeeeeesmo.
Mas nada me impede de arrumar um tempinho pra cá.
E eis que eu vim falar de... Ìris Zero.



Um mangá seinen, escrito por Piro Shiki e desenhado por Hotaru Takana. Ele é traduzindo pelo Baka Neko e vocês podem ler online no Mangá Host.
Em um mundo onde todo menino e menina têm o poder especial chamado Iris. Toru que por nenhum motivo não possui nenhum tipo de poder especial, por isso desde pequeno ele é maltratado por todos que possuem este poder, por isso, depois de muito sofrer Toru resolveu viver pelo seu lema, chamado de "baixa exposição" - Para viver sem se destacar. Mas sua vida escolar pacífica muda quando ele recebe uma "confissão" da garota mais popular da escola, Koyuki. O seu lema começa a mudar!! A história de Fantasia escolar que irá mexer com os corações, irá começar com este inusitado encontro entre ambos.
A proposta me chamou bastante atenção; quer dizer, normalmente é aquele único garoto diferente que ganha poderes especiais e sofre bullying, muitas vezes inclusive por causa desses poderes, que o afastam ainda mais da possibilidade de ter uma vida normal. Ou talvez ainda, aquela pessoa em um universo mágico que parece não ter poder algum, ou algum tipo de magia risível, mas na verdade tem um dos poderes mais fortes e importantes de toda a história daquele universo (como a Louise em Zero no Tsukaima, ou a Mikan em Gakuen Alice)!
Nesse caso, não. Toru Mizushima realmente não tem nenhum poder milagroso. Ele é um garoto normal, um tanto introspectivo, e muito, muito, muito sensível. E não estou dizendo que ele adora comédia romântica e chora por tudo, estou dizendo que ele é o Shakespeare dos sentimentos! Por ser muito atento e perceptivo, consegue compreender com certa facilidade os sentimentos das pessoas a sua volta e perceber quais são seus problemas pelos mínimos sinais que dão. Apesar de se preocupar bastante com os outros, faz de tudo para não demonstrar.
Eu poderia falar e falar sobre esse mangá, mas aí eu contaria a série até aonde foi lançada. Em 2012/2013, o mangá entrou em Hiatus por causa da súbida doença de Hotaru Takana, mas em Outubro, a serialização foi recomeçada. Agora é só esperar pelos Scanlators trazerem.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Falando sobre: Horimiya

~ Haruyuki ~

Música da vez ~ May's - Kimi ni Todoke (Tema de encerramento da segunda temporada de Kimi ni Todoke)

Hai, Hai. Haruyuki aqui para falar de um mangá muito interessante que estou acompanhando. O nome dele é Horimiya.



Inicialmente conhecido como Hori-san to Miyamura-kun, a história um 4-koma escrito e desenhado por HERO. Devido a popularidade, dois OVAs foram criados e um mangá desenhado por Hagiwara Daisuke está sendo serializado na GFantasy da Square Enix.
O 4-Koma tem no total de 10 volumes, sendo que já chegou ao final, diferentemente do mangá desenhado por Hagiwara-Sensei, que se encontra com 5 volumes publicados.

Hori parece uma estudante adolescente normal, mas ela é completamente diferente fora da escola. Na ausência de seus pais viciados em trabalho, Hori age como uma mãe para seu irmãozinho desde jovem. Entre tomar conta de seu irmãozinho e fazer a comida, ela também toma conta da casa e faz muito mais que uma adoslescente normal faria. Um dia ela encontra alguém que não mostra sua verdadeira personalidade na escola, um quieto rapaz que usa óculos chamado Miyamura. Ela tinha a imagem de que ele era um nerd e possívelmente otaku, mas Hori não sabia que podia estar tão errada. Fora da escola Miyamura é uma pessoa amigável que usa vários piercings, e ele não tem boas notas. Agora ambos tem um ao outro para conversarem sobre suas vidas particularmentes diferentes.

Uma história super-divertida, que dá pra tirar altas risadas. Totalmente recomendável!